Sexta-feira, 21 de Setembro de 2012

 

 

 

 

 

  


            A cidade do Porto exibe ainda muitos muros por derrubar, muros que não são património mas que escondem património,  no entanto, outros muros que são património histórico, simplesmente desapareceram ou se transformaram. 

 

       O Porto necessita de se tornar numa cidade livre e respirável, e está ainda longe de adquirir um estilo amplo como acontece na maioria das principais cidades europeias, um estilo fresco e luminoso. Espaços abertos e verdes, calçadas romanas que cortem caminhos talhados pelos transeuntes em pequenos jardins, desamontoados habitacionais , restaurar e preservar o património que se exige, seriam exemplos de boas práticas de modernização da cidade.

 

     Ainda é comum vermos jardins vedados por arame e uns paus que o seguram, para não permitir que seja atravessado por quem de perto circula, mas que nada impede de o ser, colidindo com a estética, e desafiando a rebeldia.


 

 

                                                                                                                                                                      

          O centro histórico do Porto esteve cercado por uma muralha da qual é ainda hoje visível muito do que ela nos deixou, e provavelmente um dos maiores exemplos disso é talvez aquele vistoso pano de muralha junto ao tabuleiro superior da ponte D.Luiz.

 

     É quase de certeza do desconhecimento de muitos dos Portuenses e população em geral, de que aquela imponente muralha se fechava em si, isolando ao exterior grande parte do centro histórico da cidade.

 


 


                                                                                                                                                                                  

                                                        

                                                                                                                                           Miragaia

 

     Miragaia ou a zona mais antiga de Miragaia, é para quem a conhece, toda aquela zona composta por rústicas casinhas de rés-do-chão em arcos, mesmo em frente ao enorme edifício da Alfandega no Porto.

 

    Outrora estas casas estiveram voltadas para o rio sem qualquer obstáculo visual,  avistando-se a outra margem.

 

    Miragaia ficava fora de portas da cintura da muralha, e a porta de entrada mais próxima era a desaparecida "Porta Nobre".

 

 


  

               

 

                                                                                         Levantamento da cota da margem do Douro

 

     Foi feito um levantamento de cota da margem do Rio Douro desde o "Muro dos Bacalhoeiros" até Miragaia, e foram estas obras de beneficiação em meados do Século XIX que permitiram ocultar grande parte da muralha Fernandina ali existente e a dar inicio à construção do edifício da Alfandega e da abertura da Rua Nova da Alfandega. 

 

     Hoje, esse pano de muralha oculto, e outrora banhado pelo Douro, ainda existe, pois está está soterrado onde é actualmente o parque de estacionamento da Alfandega, e daí que aquele belíssimo casario de Miragaia se distancie da margem do rio como se assim tivesse nascido, quando se observa o desnível entre a Alfândega e as casas em frente, construídas ao nível da antiga praia.

 

   Pode até ser uma curiosidade, mas o chamado "Muro dos bacalhoeiros" em toda a sua extensão, e o também chamado de "Muro da Ribeira"(este já com muitas alterações), nada mais são que pedaços da Muralha Fernadina bem visíveis.

 

 


          

 

 

Sondagens no Subsolo

 

    Muito recentemente, foram feitas sondagens no subsolo na zona do parque de estacionamento da Alfandega, o objectivo seria talvez saber se a muralha realmente ainda se encontrava por lá, ou se já se tinha decomposto como se de matéria orgânica tratasse.

 

   Muitos projectos de renovar uma vez mais aquela zona, passam por criação de parques subterrâneos, zona de bares e centros comerciais, um pouco à imagem da outra margem do rio. Muito provavelmente essas sondagens foram a de verificar se a "matéria orgânica" chamada de "Muralha Fernandina" e Património da Unesco, não estaria já transformada em cinzas.

E qual o resultado?

 

Enganaram-se! Ela ainda está lá.

 

 


 

 


969526_583174101717146_904690521_n.jpg

559564_352835071438368_1536369640_n.jpg

 

(Blogue em construção)

 


Sea Life Porto 3

publicado por tentalembrartedealgo às 22:10 | link do post | comentar | favorito

arquivos

Setembro 2012

posts recentes

A Muralha Fernandina ...

Promotion 120x600
10. 5 year anniversary Image Banner 160 x 600
GIF Voo  hotel 160x600


Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
22

23
24
25
26
27
28
29

30


free counters